A Sério

Podemos dizer que não, naquela fachada cínica do somos-crescidos-sabemos-tudo. Digo sempre que não faço promessas de Ano Novo. Mas faço. Porque me é impossível não fazer.

Este ano que chega vem impregnado de conjunturas sombrias. Nas conversas de café, com amigos, com a família, sente-se preocupação, uma dúvida expectante.

Não creio que me possa rir mais do que já me rio, sob pena de lesionar permanentemente algum músculo facial. Mas sei que se nos rirmos, as coisas mais chatas deixam de ser tão chatas, as coisas más dificilmente são terríveis. E é mesmo verdade. A Mary Poppins achava que com colheres de açúcar ia lá, mas a verdade é que com galhofa é mais fácil, indolor e diabéticos-friendly.

E depois da passagem de ano, onde ri que nem perdida de coisas pequenas de que me vou esquecer por certo, tomei a minha resolução. Temperar com tolice QB este 2012. E é isto. A sério.

This entry was posted in Ick, Meism. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s